GESTÃO • MEIO AMBIENTE • REÚSO

BLOG

DESTAQUES

Como contribuir para o saneamento ambiental dentro de casa?

Compartilhe:

Ações simples dentro de casa podem contribuir para o correto saneamento ambiental e a melhora da qualidade de vida. Confira as dicas que preparamos no material abaixo.

O saneamento ambiental é uma pauta de grande importância para toda a sociedade, isso porque ele está diretamente ligado à qualidade de vida e à saúde da população, sendo ainda um grande desafio para os órgãos públicos e privados.

Apesar de muitos locais ainda não contarem com um sistema de saneamento adequado, algumas atitudes como o descarte correto de lixo e dejetos pode contribuir para melhorar a situação e reduzir a contaminação do meio ambiente.

Entenda a seguir.

O que é saneamento ambiental?

O saneamento ambiental diz respeito à todas as atividades como o correto tratamento e fornecimento de água potável para a população, tratamento de esgoto e de efluentes.

Faz parte do saneamento não apenas a água que sai das nossas torneiras, mas também a que volta para os corpos hídricos (rios e mares), afinal, se esses efluentes não forem tratados corretamente, acabarão por contaminar a água que estava limpa, dificultando ainda mais o tratamento e criando um ciclo de contaminações e desgaste do meio ambiente, o qual impacta diretamente na qualidade de vida da população.

Infelizmente, a realidade do Brasil ainda é de um saneamento básico deficiente, pois é comum que muitas casas não contem com água potável ou tratamento de esgoto de qualidade, proporcionando ambientes de esgoto a céu aberto, o que acaba por gerar doenças, maus cheiros e diversos incômodos.

Como contribuir para o saneamento ambiental?

É fato que o saneamento ambiental é uma responsabilidade dos órgãos públicos e privados, mas você sabia que algumas das nossas ações dentro de casa podem contribuir positiva ou negativamente para isso?

Um dos maiores problemas enfrentados na infraestrutura de tratamento de efluentes está no entupimento das redes, o que geralmente é causado pelo descarte de lixo de forma inadequado, seja nos ralos do chuveiro ou da pia da cozinha, ou até mesmo diretamente nos rios. O lixo sólido se acumula e entope e desgasta uma rede que não foi projetada para isso. O mesmo vale para cabelos que vão para os ralos, que acabam criando o mesmo problema de entupimento junto aos demais dejetos.

Descartar o lixo corretamente contribui para a eficiência do sistema de tratamento de esgoto.

O óleo de cozinha também se torna um problema quando é descartado diretamente na pia da cozinha, pois o sistema de tratamento de esgoto não é totalmente preparado para tratar efluentes oleosos (os quais necessitam de produtos e métodos de tratamento específicos devido às suas propriedades). Dessa forma, se cria um efluente que não pode ser tratado com total eficiência, impedindo que o mesmo seja descartado sem causar prejuízos ao meio ambiente.

Uma dica é separar o óleo de cozinha e descartá-lo em local adequado. Hoje a cidade já conta com diversos pontos que recolhem o óleo usado para reciclá-lo adequadamente.

Atitudes simples fazem a diferença

Pequenas atitudes podem começar dentro de nossas casas, sendo responsáveis por fazer total diferença no tratamento dos efluentes e na preservação de um dos bens mais preciosos do meio ambiente: a água.

A Gmar Ambiental tem um compromisso com a preservação do meio ambiente, desenvolvendo soluções em tecnologia de tratamento cada vez melhores para proporcionar qualidade de vida aliada à sustentabilidade e à economia.

Acesse, conheça nossa atuação e fale com um dos nossos consultores.

Gostou do nosso conteúdo?

Nos siga nas redes sociais e acompanhe nossas publicações: Facebook, Instagram, LinkedIn.