GESTÃO • MEIO AMBIENTE • REÚSO

BLOG

DESTAQUES

Conheça a manutenção de uma estação de tratamento de água

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A estação de tratamento precisa de todos os componentes do sistema funcionando, a fim de manter o bom desempenho do conjunto e a qualidade final da água. Para isso, fazem-se necessárias algumas etapas como montagem correta, segurança dos equipamentos e manutenção preventiva, antes da ocorrência de algum erro, falha ou danificação.

Cabe aos profissionais de uma empresa especializada realizar operações como averiguar o desempenho dos equipamentos, de todas as partes:

  1. Captação
  2. Coagulação
  3. Floculação
  4. Decantação
  5. Filtração
  6. Cloração

Antes de começar a manutenção de Estação de Tratamento de Água (ETA) é importante levar em consideração a incumbência de uso, o modelo do sistema, a durabilidade e as informações da empresa fabricante quanto à necessidade e periodicidade de prevenir o conjunto de possíveis reparos. Existem dois tipos de manutenção: a preventiva e a corretiva. Aplica-se a primeira para avaliar o desempenho do sistema, a fim de reduzir as chances de correções de emergência, diminuir os gastos, manter os equipamentos funcionando e aumentar a vida útil da estação de tratamento. Agora, a segunda serve para resolver algum problema no sistema e faz-se necessário o conserto de maneira rápida, garantindo a segurança dos operadores.

O projeto de manutenção preventiva depende de um planejamento, visando com que todas as etapas sejam cumpridas e tudo ocorra de forma correta. Compreende o processo cerca de cinco ciclos:

  • Escrever os pontos necessários para a manutenção;
  • Saber como resolver os danos dos equipamentos;
  • Definir previamente quando será feita a manutenção;
  • Ter acesso às informações do fabricante disponibilizadas no momento da compra da ETA;
  • Possuir as peças para manutenção corretiva.
  • É importante que a manutenção da estação de tratamento de água seja desempenhada de acordo com as instruções do fabricante. A dica é evitar os reparos antes mesmo da instalação. Como? Fazendo a montagem dos equipamentos de maneira exata, alcançando alto nível de desempenho e garantindo longa vida útil.

A limpeza do equipamento vai da possibilidade dos operadores, mas, principalmente, do modelo da estação de tratamento de água. Ela pode ser feita manualmente ou com instrumentos automatizados.

A manutenção preventiva desenvolve-se periodicamente para eliminar impurezas que ficam grudadas no fundo e nas paredes da estação de tratamento de água, sem precisar tirar o volume do líquido de dentro da ETA.

Como manter a qualidade da manutenção preventiva?

  • Verificar constantemente o desempenho do sistema;
  • Impedir a entrada de ar nas tubulações;
  • Limpar e lavar os filtros para tirar as impurezas;

O operador responsável pela estação de tratamento de água consegue obter um serviço de manutenção ainda mais bem sucedido, se a qualidade for sempre analisada e os padrões forem mantidos de acordo com a utilidade de aplicação.