GESTÃO • MEIO AMBIENTE • REÚSO

BLOG

DESTAQUES

Como funciona uma estação de tratamento de água?

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O que é uma Estação de Tratamento de Água?

A estação de tratamento de água é um sistema no qual são aplicados processos físicos e químicos, objetivando deixar o líquido em boas condições para consumo potável. Com o tratamento a água fica livre de contaminação e as pessoas sem a possibilidade de contraírem doenças por causa de transmissões através dela.

Como funciona uma estação de tratamento de água?

Captação: Antes de entrar na estação, a água passa com todas as impurezas por uma grade, que retém folhas, plásticos, gravetos de árvores, bichos e outros. Contudo, as demais sujeiras vão para o conjunto.

Coagulação: A água entra na estação de tratamento, ainda nos tanques, recebe como agente coagulante. Ao adicioná-lo, as partículas presentes na água juntam-se e formam pequenos blocos.

Floculação: Após isso, a água começa a se movimentar, fazendo com que as substâncias se unam em processo de floculação.

Decantação: Os flocos descem para a parte de baixo, ficando separado do líquido e indo para leitos de secagem. O restante da água vai para o tanque onde tem filtro de areia.

Filtração: Depois de a decantação, a água passa por um filtro com areia e carvão mineral.

Cloração: Ainda que a água tenha passado por processos que a deixam mais limpa e livram-na de impurezas, ainda contém micro-organismos no meio dela, por isso ocorre a adição de cloro.

Depois de passar pela estação de tratamento, a água vai para alguns reservatórios até ser destinada à distribuição para residências, comércios, empresas e indústrias, permitindo o reuso ou retorna aos corpos d’água, onde reinicia seu fluxo normal. Ambos são serviços que exemplificam a importância das estações de tratamento de água.

A Gmar Ambiental trabalha com planejamento de estações de tratamento de água, esgoto e efluentes. Além disso, para complementar o serviço, tem o apoio de profissionais altamente capacitados para realizar a instalação e a manutenção dos sistemas.